Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Homem cozinha sim, e muito bem !!!
 Cozinha pequena
 Prato Fundo
 Chocolatria
 Releituras - crônicas, textos, biografias e etc...


 
Espelhos e enigmas


                Comprar, comprar e comprar! Esses dias andaram me dizendo que quando temos esse tipo de compulsão por compras é sinal de que estamos tentando preencher algum buraco que andamos tendo. Bom, eu sempre gostei de comprar, mesmo sem ter paciência para ir a shoppings, e não acredito que seja para suprir algum “buraco” como disseram. Que mulher não gosta de usar uma bolsa ou um sapato cheirando a novo?! Quando eu posso eu compro mesmo sem dó nem piedade e, olha que não sou lá tão consumista quanto pode parecer. Simplesmente existem épocas que parece que precisamos de tudo. Ok, confesso que muitas vezes compro por impulso e acabo acumulando peças desnecessárias, mais que em outro momento pareciam a melhor compra. Tá bom... Também admito que as vezes me arrependo, mais é melhor acontecer depois de comprar do que ficar me martirizando por não ter.

                Que atire a primeira pedra quem nunca passou por isso, ainda mais sendo uma mulher e, no meu caso, solteira e sem grandes responsabilidades pessoais. Meu lema atual é o seguinte: Se dessa vida não levamos nada, então vamos aproveitar enquanto estamos nela.

                Seria essa compulsão uma espécie de efeito colateral da fase atual? Talvez, quem poderá dizer rs. Não há nada melhor do que se sentir bonita, estar bem consigo mesmo, ou ao menos estar buscando meios de se sentir bem. De fato nenhuma bolsa vai lhe proporcionar a mesma sensação que um abraço ou um beijo, nenhuma joia irá lhe proporcionar o mesmo brilho do olhar da pessoa amada e nenhum sapato irá garantir o prazer de uma boa companhia, mais no mínimo todos esses mimos irão lhe proporcionar momentos de elevação de auto estima que nenhum deus grego poderá lhe dar.

                Não estou incentivando ninguém a sair por aí que nem uma louca gastando compulsivamente, vá com calma. E se puder faça sim umas comprinhas, mas consciente rs.



Escrito por Paula Táboas às 20h47
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]